Quem sou eu


31 de maio de 2010

Lost: a melhor série com o pior final


Quem ficou mais lost: os roteiristas, por fazerem aquela lambança no final da série ou nós, telespectadores? Francamente, este foi o melhor seriado de todos os tempos, com o pior final que se pode imaginar.
Antes de começar, devo realçar que esses seis longos anos de Lost foram maravilhosos! Quase sempre eu convidava alguns amigos pra assistirmos juntos em minha casa e dividíamos os custos dos dvd’s e das delícias que preparávamos para saborearmos nos “intervalos”. O simples apertar do “play” abria o portal para um mundo diferente, desconhecido, cheios de homens gostosos (uhuuuuuuu!!!), salpicados de suor, de luz do sol e/ou do luar, de sotaques etc.. Um mundo de aventuras, mistérios, embates entre razão e emoção, viagens no tempo, missões, dúvida (haja dúvida), medo, diversos tipos de relações sociais, fenômenos sobrenaturais, romance, ficção científica, drama e envolvendo muita, digo MUUUUUITAAAA intertextualidade. Pra entender a história em sua excelência (em sua excelência, talvez seja impossível), o telespectador tenha que ter um nível de conhecimento de mundo acima do razoável. Nunca vi uma série colocar tantas coisas num caldeirão como esta o fez. Física quântica, matemática, química, física, literatura, personagens populares (lembra das brincadeirinhas do Sawyer? E dos apelidos?), história, behaviorismo, tecnologia, mitologia grega, geografia, religião, psicologia e por aí vai. Ok, tudo muito criativo, muito inovador, inclusive no que tange à narrativa. Agora vou falar das 2 últimas horas. Ah, não... já está tarde, tô cansadérrima, acho que vou parar por aqui. Tô brincando rs! Então, acho que esses roteiristas (Carlton Cuse e Damon Lindelof) vinham enrolando um pouquinho e deixaram pra criar o final de última hora, só pode. De acordo com o que eu li (e olha que li bastante, fiquei bem louca varrida, crazinha da silva, depois do estado de choque no qual fiquei após o the end.) em alguns sites nacionais e internacionais, o povo, em sua maioria, não gostou do final. A maioria dos comentaristas sobre o assunto do momento, alega não ter entendido o final devido a falta de esclarecimentos de certas questões. Não, de muuuitas questões. Tudo bem que todos nós já sabíamos que todos os mistérios não seriam esclarecidos, visto que os próprios roteiristas já nos haviam adiantado em algum-lugar-não-sei-quando-nem-onde. Ok. Mas o problema é que no decorrer de seis longos anos eles plantaram tantos mistérios, provocaram tantos questionamentos, polemizaram tantas coisas (fizeram pessoas criarem sites e blogs sobre o assunto, discutir várias teorias, promover encontros em chats, inspiraram milhares de artigos para todos os meios midiáticos, a criação de clubes, organizações, seitas e o diabo a quatro, tudo, tudo para tentar desvendar a porra dos babados da ilha...) e no final, perto do momento mais esperado por todos do mundo inteiro, o negócio brocha. Não atendeu nadik de nada as nossas expectativas. Rapidamente, já foi pro cigarro (vc pensa: Já acaboooooou???) e depois de umas baforadinhas, apagou-o, jogou a bituca dentro do copo de uísque e virou as costas. Just like that. Unbelievable!


Pois é, foi assim. Foi assim que terminou nossa linda história de amor. Depois de seis anos, você me deixa assim? Go f...k yourself!


Antes de assistir ao episódio, eu tinha pensado: tomara que ninguém morra. Esse final pode até não ser lá essas coisas, mas ficarei feliz se ninguém morrer! Esses autores têm mania de matar alguém pra dar um tchan na história... nem gosto de tchan...


Como todo mundo provavelmente já sabe agora, no final das contas, tava todo mundo morto (mas estavam mortos desde quando?). Desde o primeiro episódio da primeira temporada, muita gente, mas muita gente mesmo acreditava nessa teoria e continuou acreditando durante muito tempo (não quer dizer que queriam que fosse realmente isso no final da historinha). Alguns, até hoje. Pô, eles deviam ter pegado (ou pego?) a gente desprevenida, né?! Seria o mais inteligente a fazer. Muitas das várias teorias que o povo discutiu na internet foram muito mais interessantes do que esse finalzinho meia-boca. Já que o gás de criatividade dos caras (sim, apesar dos pesares, fica evidente que os caras são uns putas duns gênios, super criativos, escrevem muito bem) tava acabando bem no finalzinho, eles bem que poderiam ter adotado uma idéia de alguém e colocado algumas firulas, dado uma customizada. Brincadeiras à parte, acho que o negócio não teve a ver com criatividade, mas eu arriscaria que tenha sido uma questão de escolha. Escolha errada, fu..da. Deveriam ter interagido (mais do que foi dito que estavam interagindo) mais com o público, com os fãs, no intuito de captar o feedback, o que a gente pensava, queria. É agradando ao povo que se ganha audiência, é ganhando audiência que se ganha dindim, isn’t it all about money? Sejamos sinceros e objetivos, né?!


Acho que aquelas duas narrativas não foram bem costuradas no final. Seria aquele negócio de flashsideway (realidade paralela) um sonho do Jack? Um paraíso dele? Ou seria, na verdade, um purgatório? Nas minhas “andanças” nacionais e internacionais, muitas pessoas discutiram sobre isso. Sobre a idéia abordada acerca da questão do mundinho perfeito do Jack, do seu sonho, seu paraíso - me lembrei na hora do Locke (recém-operado) na cama do hospital falar para o Jack: Mas vc não tem filho! Intrigante, não é mesmo?


Eu qria saber de detalhes tbm, como sobre o pai do Jin Kwon. Parece q ele tinha vergonha do pai ser pescador, alguma coisa assim... E tem a Sun q recebia chantagem da sogra, tinha que ficar dando dinheiro pra ela... Gostaria de ver Jin e seu pai se reconciliando, da Sun Kwon e do pai resolverem a relação de uma forma ou de outra. Gostaria tbm de ver a Kate e a mãe se reconciliando (lembra da cena em q a mãe da kate a enxotou do restaurante? Preferiu o pinto morto tostadinho do pedófilo do que a própria filha). Queria ver o Sawyer conhecendo a filha dele (ah, e do Jin kwon conhecendo a filha, sem ser por máquina fotográfica, claro). E o q que tinha do Sayd ficar com a loira aguada? Ele amaaaaaaava a Nadia, fazia tudo por ela, sofreu o seriado inteiro por ela e no final o gostosão de sotaque sexy acaba ficando com uma garota de um casinho? Aahh vai... E a historinha do Ben com a Russeau! Que gracinha, tava tão bonitinho os dois juntos na cozinha e a menina (Alex) estudando... E o Daniel e a Charlotte??? Q q aconteceu? A neeeeeeem... as crianças raptadas na ilha, os outros... O q aconteceu com a ilha, afundou ou não? No início da sexta temporada aparece ela no fundo do mar... Como foi o tempo em que o Hurley (adorava esse cara, passava um carisma... adorava o dude!) virou o guardião da ilha e o Ben virou o número 2? Por que o Walt era especial? O povo se curava por quê? Por que o Ben não quis entrar na igreja? Ele estava morto ou ele ainda não estava preparado pra ir pro "céu", ou se preferirem, “move on”?


Deixando os fatos - que não foram elucidados momentaneamente - de lado, quero mencionar que adorei a complexidade do personagem Ben, principalmente no início da série: tão misterioso, tão culto, de olhar tão intrigante... não sabíamos se era “do bem” ou “do mal”. Dou os parabéns pela sua impecável atuação, ainda mais que conseguiu passar a imagem de “bonzinho” e arrependido no final. Nem todos conseguem realizar essa proeza. Gostei da atuação do Jack também (vocês se lembram da parte em que ele faz patê de Ben? Da atuação dele falando no rádio? Acho que foi no final da 3ª temporada, não tenho certeza), gostei muito do personagem do Lock, de sua história: um um ex-aleijado que foi o único q não queria fugir da ilha, que looked at the bright side, adorou se sentir o Rambo/Tarzan e se aventurar com sua “faquinha”, caçar animais, procurar pegadas,rastros. Acho que ele daria um bom guardião!


Não vou me esquecer do jeito sarcástico do Sawyer de suas piadinhas e de sempre apelidar os outros com nomes de personagens de filmes, de apresentadores etc.. E como esquecer a famosa frase “We have to go back!”?


Vi um comentário de uma pessoa e eu assino embaixo o que ela escreveu: “Difícil é lidar com o fato de que nunca mais escutarei 'Previously, on Lost'"... kkkkkkkkk!


Ah, esqueci de comentar que algumas pessoas acham que tem uma pegadinha dos roteiristas, que talvez haja mais um capítulo, O capítulo final, já que nada foi explicado rsrsrsrs! Bem que podia ser! Naaaaah... acho que não.


Vi no YouTube uma parte de um programa da terra do tio Sam cujo apresentador havia falado que o pessoal lançará um blu-ray explicando algumas coisinhas. Vamos ver se dá pro gasto, né? Só nos resta esperar.


De uma coisa não tenho dúvida: vou assistir Lost de novo rs! Assisti-lo com outras (talvez várias) perspectivas não será menos interessante do que quando o assisti for the first time. I'm gonna miss all of it.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

26 de maio de 2010

Quem disse que homem não pode?

This guy rocks! Esse cara é demais! Ele tem um canal bem legal no Youtube e um site que se chama "Maquiagem Masculina". Achei esse vídeo interessante e cheio de dicas legais para os mancebos. Um exemplo a ser seguido. Sim, nós mulheres temos o direito de exigirmos homens bem cuidados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nail Polishes: pretinho básico plus gloss

Esses dias atrás entrei numa loja de cosméticos só para comprar um esmalte: o “Sereia”. Saí de lá com SETE esmaltes e uns produtinhos para cabelo e makeup. Só um detalhe: não comprei o “Sereia” porque estava esgotado. Fiquei meio frustrada, pois eu queria muuuuuuuuito usar o tal do esmalte e não conseguia achá-lo. Mas tudo bem, enquanto isso eu vou usando os que eu já comprei. Dentre eles, estão o “Preto” cremoso da Impala e o “Elza” gloss, da mesma marca. Gente, esse preto é maaaaravilhoso! Com uma camada apenas, já está pronto. Não mancha e não fica transparente. Daí, pra dar uma variada no pretinho básico, passei gloss (Elza) por cima. E ficou LIN-DO! Abaixo estão as fotos. Não reparem na minha unhinha do dedo mindinho: quebrou e não tive coragem de cortar as outras unhas para o visual ficar mais harmônico rsrsrs!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

20 de maio de 2010

... e o pincel Duo Fiber morreu...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk!!! Gente, tava passeando no YouTube e encontrei um vídeo que não era pra ser engraçado, mas eu ri muuuuitoooo, sozinha no meu quarto. Não aguentei e chamei minha mãe (ainda chorando de rir) Mãããããeeeeeeeeee vem cááá!!! kkkkkkkkkkkkk!!! Dei play novamente e ela começou a rir igual a filhota aqui. Eu falei: olha só ela mostrando o morto, mãe!... Olha só ela mostrando o local onde tudo aconteceu, mãe (quando ela mostra a pia)! Prestenção na voz embargada da menina!!!! E enquanto víamos o vídeo com minha narração, dávamos gargalhada!...
Que a menina do vídeo, se um dia se deparar com este post, me desculpe, mas é que eu achei engraçado, ué! Ficou parecendo que ela tava falando de alguém que morreu...
O pior da história é que eu comprei um kit de pincéis igualzinho ao dela e ainda não os lavei o-oh... Mas espero que eu não tenha a mesma "sorte" que ela quando eu der o primeiro banhinho neles. Check it out:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

17 de maio de 2010

Quirks and Pet peeves

Hoje irei falar sobre algumas peculiaridades (quirks) minhas e também sobre algumas coisas que me deixam um pouquinho irritada (pet peeves) rsrs! São elas:

Pet peeve= Colocarem no banheiro o papel higiênico do lado errado, com a folha pra dentro. Quando a folha está pra fora, é mais agradável visualmente e mais funcional, pois fica mais prático para puxar.


Quirk= olhar a data de validade antes de comprar/usar produtos, sejam de limpeza ou alimentícios.
Pet peeve= deixarem resquícios de sujeira na margarina.
Quirk= lavar qualquer coisa que eu vá usar da cozinha. Mesmo que os talheres, pratos, vasilhas, panelas etc. tenham sido bem lavados e guardados, é sempre bom dar uma enxaguadinha em qualquer utensílio imediatamente antes de usar, pois há sempre “bichinhos” (formigas, aranhas, besouros, lagartixas, baratas ECAAAAA!!!!) que passeiam por todos os lugares.
Pet peeve= pessoas fumarem perto de mim. Pelo amor de deus, se quiserem se suicidar lentamente, tudo bem, mas eu não quero ser fumante passiva e estragar minha saúde por isso! Se quiserem ficar com fedor de mato queimado na boca, nas roupas, nos cabelos, tudo bem! Mas eu nãooooooo! Eu prefiro o meu cabelo cheiroso, minha roupa limpinha, o meeeeu perfume!

Quirk= meu quarto sempre deve ficar fechado. Só de imaginar que alguém pode deixá-lo aberto, chega a me dar “comichão”. Deixar a porta aberta seria o mesmo que eu sentar em praça pública e abrir as pernas (aloooka!). Sensação horrível. Só por garantia, tranco o meu cantinho ao sair. I know... I’m crazy.
Pet peeve= não passarem o rodo no chão do banheiro depois de tomarem banho e não darem descarga. Não gosto desses tipos de presentes rsrs... Não preciso neeeeem comentar, néam?!
Quirk= em banheiros públicos dou descarga com o pé. Nos demais (nos meus, nos dos meus parentes, amigos etc.) dou descarga com papel higiênico enrolado na mão. De jeito nenhum que dou descarga com minha mão! Pegar naquela coisa que todo mundo pega (by the way, qual é o nome do negocinho da descarga?), imaginem os homens, que pegam no pin... e depois dão descarga com a mesma mão! Arrrghhh!), cheia de coliformes termotolerantes e outras bactérias?! No waaaaay! Tenho nojo de maçaneta de banheiro tbm. Por falar em maçanetas, banheiros públicos não deveriam ter maçanetas, muito menos portas. Deveriam fazer igual a maioria dos shoppings, fazer tipo um corredor “L” para ninguém ver lá dentro, não necessitando de porta. Assim, ao terminarmos o que fizemos (seja o nº 1 ou 2 ou sei lá o q), lavamos as mãos e saímos sem encostar (ou empurrar portas) em maçanetas nojentas.
Pet peeve= carros com auto-falantes. Gente, que poluição sonora é essa? Que horror e que coisa mais brega essas propagandas de carro de auto-falantes! O pior é quando eles passam dia de sábado beeeeeeem de manhazinha affff pela rua da sua casa. Eu moooooorro. E aí o pior é quando você acha que eles vão embora, daí custa a dormir de novo, mas depois de um tempinho começa a escutar lááaaaa... no fundinho do fundinho do seu ouvidinho, da sua cabecinha, alguma coisa. E percebe, sem querer (que desilusão), que o negócio virou em direção onde você mora. Você não quer acreditar (essa merda num já passou aqui antes? Ele só deu a volta no quarteirão?), mas começa a perceber que o volume vai aumentado de acordo com que o carro vai se aproximando, e vai aumentado, vai aumentando. Pronto. Ele está passando na sua rua novamente. Aí vc acorda de vez, senta na cama e pensa: “Puuuuutaaaaaaa que pariiiiiiiiiiiiiiuuuuuuuu!!!!!”. Fora as propagandas de lojas, de empresas e afins, as piores são aquelas mais famosas e antigas, que têm suas fases de vai-vem: já passei pela fase do leite (com buzininha fom-fom), pela fase do gás (com sininho e tudo), a fase das latinhas e panelas de alumínio, e a eterna fase das pamonhas, que inclusive, já até virou toquinho de celular (Oooolha a pamonha! Pamoooouuuunha de sal! Pamooooounha de doce com queijo! Pamouumha de sal com queijo! UUUUUUma deLÍcia de pamouuunha!). Escutar isso 8:30 da madruga é “uma puta falta de sacanagem” (quem quiser entender a intertextualidade, clique aqui) kkkkkkkkkk!
Quirk= tenho dificuldades para atender telefones. Tenho pavor, sei lá. Não gosto. Desconfio que seja por causa de um conjunto de traumas (já refleti muito sobre isso), mas não estou a fim de falar sobre isso.
Pet peeve mistos= pessoas trocarem o “mas” pelo “mais” (não quero obrigar todo mundo a seguir a forma culta/padrão da língua, mas pelo amor de gosh...), escreverem ou falarem “mim adiciona” ao invés de “ME adiciona”, escreverem ou falarem “a fotinho” ao invés de “A fotinha” (foto é substantivo feminino – a foto), a ex-bbb Anamara utilizar toda hora a palavra “demasiadamente”, o Faustão continuar como apresentador de TV, sendo que ele sucks, é PÉssimo (ninguém tem coragem de falar isso pra ele? rsrs), merece um PÉ na bunda.

Então é isso, gnt. Bom, tem muito mais, mas por enquanto, fico por aqui.

And you? What are your quirks and pet peeves?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 de maio de 2010

Olhem que linda esta foto! A Kendra Wilkinson foi eleita uma das 50 mulheres mais bonitas pela revista "People". She´s soooooooo gorgeoussssssss!!!! Amei este look.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 de maio de 2010

Garota mal consegue andar depois de tomar a vacina H1N1

Pessoal, encontrei este vídeo no YouTube... olhem que coisa estranha que aconteceu com essa garota! Dez dias após tomar a vacina contra H1N1, esta garota de 25 anos de idade, que se preparava para virar líder de torcida de um time profissional de futebol americano, não consegue andar sem se contorcer todinha, como se estivesse tendo espasmos. O mais estranho é que ela anda de costas normalmente e corre (pra frente) normalmente. A fala da garota também foi afetada, mas quando a mesma está correndo, ela fala normalmente. Os médicos disseram que ela adquiriu uma doença neurológica rara chamada "Dystonia" e não sabem a cura. No final há imagens do casamento dela e uma foto de quando ela estava treinando para ser garota de torcida. O repórter fala pra ela: correr deve ser uma liberdade (porque só assim ela é "normal"), e ela diz: correr é tudo o que me sobrou.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 de maio de 2010

Minha primeira postagem de vídeo no YT

Minha coleguinha virtual do YouTube, a Marcinha, está promovendo um concurso muito legal no canal dela! Dia 13 de Maio é seu aniversário e ela propôs que quem fizesse a melhor maquiagem para a festinha virtual dela à noite, ganharia não só um prêmio, mas vários! Confiram no canal dela e participem! Eu já fiz o meu videozinho com fotos SEM PHOTOSHOP (para mostrar a maquiagem "real"), a não ser na última foto, em que mando um bjinho pra ela. Take a look:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 de maio de 2010

O que vc acha da ociosidade?

Tô sem tempo pra escrever! Estou lendo "1984"...

http://www.ocioso.com.br/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Send me a letter!

denisebongiovi@yahoo.com.br

Selinho! =*